Por todas as crianças que diáriamente sofrem atentados contra a sua natureza fisica, psicologica e emocional...Estrelas Cadentes são estas crianças...

.posts recentes

. Faça pausa na musica para...

. Somos a especie mais amea...

. O Mundo dá Voltas...

. Afeganistão

. Arrepiante

. Crianças

. Adopções

. Escravatura na China

. Video de 1992...o que mud...

. Doação de orgãos

. Vegan 13 motivos para...

. Receita ecológica de sabã...

. Mutilação Genital Femenin...

. Decisões..

. FELIZ NATAL

. A vida é sempre uma prend...

. Contrastes

. Programa Nacional de Vaci...

. Fome

. Aborto..

.arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Junho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.Calendário


.ATENTA...

logo da campanha Por Darfur

.e-mail

Fale Comigo
Locations of visitors to this page

.Musica para relaxar


Music

Quinta-feira, 8 de Junho de 2006

PERIGOS EM CASA

PERIGOS EM CASA
QUEM NÃO OUVIU UMA OU OUTRA HISTÓRIA DE UMA CRIANÇA VITIMA DE ACIDENTE DOMÉSTICO?
TODOS NÓS CONHECEMOS ALGUÉM COM “MARCAS” DESSES ACIDENTES, SEJAM QUEIMADURAS, CORTES, CHOQUES, QUEDAS...EXISTEM TANTAS FORMAS DE ACIDENTES!
MAS...QUANTOS DE NÓS TEM CUIDADOS ESPECIAIS, MESMO ESPECIAIS, COM OS ACESSOS DE UMA CRIANÇA? SERÁ QUE MESMO SABENDO E CONHECENDO A REALIDADE DOS ACIDENTES DOMÉSTICOS TEMOS CUIDADOS ESPECIAIS EM NOSSA CASA?
 
 medicamentos.gif
 EU COM O MEU FILHO NUNCA PRECISEI DE GRANDES CUIDADOS, ELE NUNCA TEVE TENDÊNCIA A MEXER NOS FRASCOS PARA BEBER, QUANDO MAIS PEQUENINO (E AGORA) O QUE FAZIA ERA ENCHER A SANITA COM DESINFECTANTE, OS FRASCOS NÃO DURAVAM NADA!! GOSTAVA DE VER O QUE HAVIA NA MESA E EU SEMPRE TIVE O CUIDADO DE GUARDAR AS FACAS, AINDA HOJE! PORQUE AINDA SENTE “CURIOSIDADE” EM SEGURAR FACAS, ÁS VEZES JÁ PODE CORTAR UM LEGUME MAS SEMPRE COMIGO A ENSINAR QUE TODO O CUIDADO É POUCO! FOI SEMPRE UMA CRIANÇA “OBEDIENTE” E SEMPRE QUE LHE EXPLIQUEI E PEDI PARA NÃO MEXER EM DETERMINADA COISA ELE ACEITAVA BEM E NÃO MEXIA SEM MINHA AUTORIZAÇÃO, MAS QUANDO ME PEDIA EU ÍA COM ELE E DEIXAVA-O PERDER A CURIOSIDADE E SEMPRE RESULTOU ATÉ HOJE.
NÃO SOU MÃE DE PROIBIR MAS DE MOSTRAR OS PERIGOS E PEDIR QUE NÃO MEXA SEM ME PEDIR.
SÓ TEVE UM ACIDENTE MAIS SÉRIO QUE FOI UMA QUEDA E BATEU COM O QUEIXO NUM BANCO DE MADEIRA E ABRIU, LEVOU PONTOS! TIRANDO ISSO A BICICLETA É O MEIO MAIS ARRISCADO, APESAR DE USAR SEMPRE UM BOM CAPACETE (OBRIGADA MADRINHA LÚCIA!!) OS JOELHOS TÊM SOFRIDO BASTANTE! AS JOELHEIRAS SÃO MUITO INCOMODAS PELOS ELÁSTICOS...
 

Photo of child, badly injured by military incursion


COMO AGIR EM CASO DE ACIDENTES
  • Observar atentamente o ambiente em que a vítima foi encontrada, procurar frascos, garrafas, envelopes ou cartelas de remédios, a fim de identificar o produto que causou o acidente.
  • Procurar manchas ou odores que possam caracterizar os produtos, verificar ou perguntar (quando possível) se a pessoa mastigou ou engoliu alguma coisa.
  • Lavar a pele, olhos e regiões que possam estar em contato com o produto, causando maior absorção e potencializando a intoxicação.
  • Ficar atento para os possíveis efeitos: desmaios, convulsões, vômitos, protegendo a vítima e evitando maiores complicações.
  • Levantar o maior número possível de informações a respeito da intoxicação como o nome do produto, finalidade do uso, tempo do contato, a quantidade deve ser referida no caso de ingestão, principais sintomas apresentados.
  • Não provocar vômito nos casos de intoxicação por corrosivos ou hidrocarbonetos (querosene, por exemplo).
  • Entrar em contato com um centro de referência em intoxicações para obter maiores informações e transportá-lo para o serviço de emergência, se for o caso. O tratamento baseia-se na remoção e retardo da absorção do tóxico, manutenção das funções vitais e administração de antídotos quando forem indicados.

     I

PARA  UMA VIDA FELIZ

publicado por Sancha às 14:23

link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Cris a 9 de Junho de 2006 às 11:38
Obrigada pelos conselhos! Vivo apavorada com a ideia de ver um filho meu sofrer devido a um desleixo meu! Por vezes, por mais cuidados que tenhamos, eles conseguem, com a sua fértil imaginação, "furar as barreiras"!
Um beijo


Comentar post