Por todas as crianças que diáriamente sofrem atentados contra a sua natureza fisica, psicologica e emocional...Estrelas Cadentes são estas crianças...

.posts recentes

. Faça pausa na musica para...

. Somos a especie mais amea...

. O Mundo dá Voltas...

. Afeganistão

. Arrepiante

. Crianças

. Adopções

. Escravatura na China

. Video de 1992...o que mud...

. Doação de orgãos

. Vegan 13 motivos para...

. Receita ecológica de sabã...

. Mutilação Genital Femenin...

. Decisões..

. FELIZ NATAL

. A vida é sempre uma prend...

. Contrastes

. Programa Nacional de Vaci...

. Fome

. Aborto..

.arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Junho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.Calendário


.ATENTA...

logo da campanha Por Darfur

.e-mail

Fale Comigo
Locations of visitors to this page

.Musica para relaxar


Music

Quarta-feira, 12 de Abril de 2006

Testes em animais, coelhos

1.   TESTE DE IRRITAÇÃO OCULAR (DRAIZE EYE TEST)
 
Realizado desde 1944, visa avaliar alterações oculares e perioculares provocadas por produtos químicos diversos. Para execução do teste, são colocados 100 mg de solução concentrada de determinada substância nos olhos de um grupo de seis a nove coelhos albinos que não receberam anestesia. O coelho albino é o mais usado pois é dócil, barato e tem olhos grandes, o que facilita a avaliação das lesões. Os coelhos permanecem em caixas de contenção, imobilizados pelo pescoço (muitos o quebram, tentando escapar). Não se usam analgésicos, pois os cientistas alegam que seu emprego altera os resultados. As pálpebras dos animais freqüentemente são presas com grampos que mantêm os olhos constantemente abertos. Embora 72 horas geralmente sejam suficientes para obtenção de resultado, a prova pode durar até 18 dias, quando então o olho do animal se transforma em uma massa irritada e dolorida. Muitas vezes, usam-se os dois olhos de um mesmo coelho para diminuir custos. As reações observadas incluem processos inflamatórios das pálpebras e íris, úlceras, hemorragias ou mesmo cegueira.
 
 
 
Críticas: os olhos do coelho apresentam estrutura e fisiologia diferentes dos humanos. Além de a córnea do coelho ser mais delgada que a nossa (0,35mm contra 0,51mm, respectivamente), suas glândulas lacrimais não são tão eficientes e os coelhos piscam menos). Além disso, têm membrana nictitante (3a pálpebra), que nós não temos. Seu humor aquoso é muito mais alcalino (pH 8,2 contra 7,1-7,3 nos humanos), dificultando a dissolução das substâncias testadas. A leitura dos resultados é muito subjetiva e de baixa confiabilidade, variando de laboratório para laboratório e também de coelho para coelho, não servindo para predizer o que ocorreria no olho humano.
 
 
Alternativas: existem mais de 60 métodos, entre eles o Eytex e o Matrex, bem como córneas (animais e humanas) de indivíduos mortos e células corneais mantidas "in vitro".
(Retirado de : http://www.eugostodebicho.com.br/testes_em_animais.htm)
 
 
 
 

 


 
.
.
.
.
.
.
Será que a solução é simplesmente desviar o nosso olhar?
.
Continuarmos a  fingir ignorância?
.
Onde está a evolução do ser humano?
.
Eu não consigo ficar indiferente a este tipo de
tortura, e tu?
.
.
.

 

sinto-me:

publicado por Sancha às 22:50

link do post | comentar | favorito
|